Sobre a Revista

Sobre a Revista

A Revista é editada na cidade de Jundiaí, SP, Brasil 

É com grande prazer e alegria que apresento a vocês a RECISATEC – uma revista científica, que tem como objetivo levar informação, conhecimento e compartilhamento a todos aqueles que comungam com a ideia que a educação é a única ferramenta que pode mudar uma sociedade e seu povo. Por ser uma revista cientifica, será um porto seguro para os pesquisadores e técnicos submeterem seus trabalhos, para o acesso de todos, democraticamente. Quando você compartilha informação e conhecimento, você está ajudando o mundo a entender melhor as variáveis, cujo entorno estão sempre se desenhando, compreendendo que nossa sociedade é liquida e a compreensão nos faz mais humanos.

A revista nasceu de um projeto de  professores universitários que objetivaram criar um local que fosse o espelho dos trabalhos científicos e apresentasse um corpo editorial e científico a altura da qualidade dos trabalhos apresentados. É uma produção independente, dirigida pelo seus editores chefes (responsáveis pela sua gestão), conselho editorial e conselho científico, seguindo sua Missão e seu Regulamento aprovado e publicado neste espaço. Assim, nasce a RECISATEC com propósito de se tornar uma referência em periódicos científicos publicados eletronicamente pela Internet, a partir do ano de 2021. Por ser uma revista com menos de um ano de criação, ela não possui ainda o Qualis, mas está cadastrada na plataforma Sucupira, aguardando a divulgação do último quadriênio.

A revista RECISATEC é uma publicação científica, na área da saúde e tecnologia, voltada a saúde, com publicação em fluxo contínuo mensal, cujo objetivo é o desenvolvimento social, politico e econômicos da sociedade, através do conhecimento científico e tecnológico das publicações ocorridas nas diferentes áreas da saúde.

Clique aqui para obter o Regulamento da RECISATEC

Ciências da Saúde

São aceitos trabalhos relacionados às diversas ciências da Saúde e tecnologia voltadas a área da saúde.

Artigos de Revisão

São aceitos Artigos de Revisão das diversas áreas da Saúde e tecnologias voltadas à área da Saúde.

Resenhas

São aceitas Resenhas de livros das diversas áreas da Saúde e tecnologias voltadas à área da Saúde.

Capítulos de livros

Entrevistas e Relatórios Científicos

TCCs

Trabalhos de conclusão de cursos/relatórios/pesquisa

A avaliação dos artigos é realizada pelo método Double Blind Review, onde cada manuscrito é avaliado por dois pareceristas ad hoc externos, que fazem parte do corpo editorial da revista, escolhidos pelas suas áreas de conhecimento. Após a submissão, o artigo é avaliado pelos pareceristas, que analisam e sugerem correções, quando necessárias. O editor faz a análise final e decide pela recusa ou aceitação do artigo, sempre seguindo os pareceres dos especialistas- avaliadores. Após a análise do editor, o artigo é devolvido para os autores para a realização das melhorias sugeridas pelos pareceristas, quando houver. Por fim, o autor envia a versão final do manuscrito, com o respectivo relatório do software de detecção de similaridades (possivelmente o CopySpider). A avaliação é cega, sem identificação dos autores e pareceristas ad hoc. O tempo entre a recepção do artigo e a primeira resposta dos avaliadores é de até 10 dias. O tempo entre o recebimento e a publicação é de até 40 dias.

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Há uma taxa de publicação, direcionada para os custos e investimentos na revista, que é  apenas para cobrir os custos da publicação e  da qualidade que a revista pretende sempre manter.

A revista dedica-se a cumprir as boas práticas, no que diz respeito à conduta moral, condizente com a editoração cientifica de periódicos. A revista segue as diretrizes da COPE - Comitê de Ética em Publicações, no que se refere a ética na publicação de trabalhos científicos. A prevenção da negligência também é responsabilidade do autor, editor e da equipe editorial: qualquer forma de comportamento antiético, bem como o plágio em qualquer instância, não é aceito. Os autores que enviam artigos para a revista garantem que o trabalho não foi publicado, nem está em processo de revisão/avaliação em nenhum outro periódico. Pesquisas com seres humanos, realizadas no Brasil, devem apresentar aprovação do Comitê de Ética no momento da submissão (CEP).

Uma síntese da nossa MISSÃO

A Revista Científica Saúde e Tecnologia RECISATEC é uma publicação científica focada em promover o desenvolvimento social, científico e tecnológico através da publicação de descobertas ocorridas nas diferentes áreas da saúde. Trata-se de um periódico de fluxo contínuo mensal. Publica diversos tipos de manuscrito, tais como artigos científicos, resenhas e TCCs nas diversas áreas do conhecimento da saúde e tecnologia.

Ética e Boas Práticas na Publicação

A RECISATEC possui arbitragem científica, cujo objetivo é garantir padrões éticos. Buscamos a concordância dos envolvidos no processo editorial que são os Editores, Conselho Editorial, Avaliadores ad hoc e Autores, em relação às boas práticas e comportamento ético. Nossa referência é o Código de Conduta e Normas de Boas Práticas para Editores de Periódicos do  Committee on Publication Ethics (COPE) que requerem para:

Editores:

  • Assegurar a manutenção das boas práticas editoriais
  • Analisar os artigos submetidos e aprovar aqueles que estão no escopo da revista 
  • Garantir a proteção da identidade dos autores e dos avaliadores envolvidos no processo de avaliação
  • Zelar e proteger a propriedade intelectual e os direitos dos autores.
  • Assegurar um processo anônimo de arbitragem dos artigos (double-blind peer review) da forma mais justa e imparcial possível
  • Orientar Editores Convidados, Autores e Avaliadores sobre o fluxo editorial e o processo de arbitragem por pares, o que envolve atendimento às diretrizes da revista, submissão, avaliação e encaminhamentos
  • Garantir que materiais não publicados em um artigo não sejam utilizados em pesquisas e publicações realizadas por Editores ou membros do Conselho Editorial sem anuência dos autores.
  • Responder a questionamentos relacionados a um artigo publicado, referentes a possibilidade de má conduta editorial, seguindo as COPE.
  • Publicar, quando se fizer necessário, correções, esclarecimentos, retratações e pedidos de desculpa.

Avaliadores ou Pareceristas:

  • Informar os Editores de sua disponibilidade para avaliar um artigo
  • Declinar um convite sempre que não se sentir qualificado para realizar a avaliação em função do tema abordado; da identificação de aspectos que levem a reconhecer a autoria; e/ou se houver conflito de interesse
  • Tratar os manuscritos como documentos confidenciáveis, protegendo a propriedade intelectual e os direitos dos autores, mantendo sigilo sobre as informações e comprometendo-se a não usar informações privilegiadas para proveito próprio, inclusive em suas pesquisas e/ou publicações
  • Elaborar o parecer amparando-se nas boas práticas editoriais no que se refere a ética, impessoalidade e, ao respeito aos direitos humanos
  • Informar os Editores sobre qualquer identificação de violação de boas práticas, de direitos por parte dos autores e/ou de práticas de plágio

Autores:

  • É obrigação dos autores, saber o foco, escopo e concepção da revista, bem como as diretrizes para submissão
  • Assegurar que o artigo submetido é original e quando se tratar de ampliação de trabalho publicado em anais de evento científico, assegurar consistente abordagem e significativa análise
  • Elaborar o artigo com base em boas práticas: em investigação e/ou estudo sistemático realizado, abordando e problematizando coerentemente os dados e apresentando as contribuições para o campo da saúde
  • É obrigação dos autores, não submeter o artigo simultaneamente a outro periódico
  • Atentar para as normas do Comitê de Ética em Pesquisa da instituição a qual se vincula a pesquisa retratada no artigo, quando se tratar do envolvimento de seres humanos
  • Garantir que não há expressões ou inserções que configurem plágio, bem como dar crédito citando-se as fontes de excertos de outras produções
  • Assegurar e garantir que o artigo não foi publicado em outro periódico e quando se tratar da tradução de uma publicação internacional, essa informação deve constar na primeira página do mesmo

Processo de Avaliação pelos Pares

A avaliação dos manuscritos da RECISATEC é feita por pares, pelo método Double Blind Review, onde cada manuscrito é avaliado por dois pareceristas ad hoc externos, selecionados por especialidade ou afinidade em relação ao conteúdo temático do manuscrito sob apreciação.

Após a submissão, o manuscrito é avaliado pelos pareceristas ad hoc, que analisam, sugerem correções e melhorias. Em seguida é feita a análise pelo editor, que resolve os casos de controvérsia, analisa os pareceres e decide pela recusa ou aceitação do manuscrito.

Após a análise do editor, o manuscrito é devolvido para os autores para realização das melhorias sugeridas.

A avaliação é cega, sem identificação dos autores e pareceristas.

Política de Acesso Livre

A RECISATEC oferece acesso livre e imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento. A RECISATEC atende aos interesses dos autores e dos leitores, seguindo sempre as diretrizes da OJS – Open Journal Systems, COPE - Committee on Publication Ethics, dos indexadores parceiros e o regulamento da revista publicado no site. A revista atende as definições da DOAJ - Directory of Open Access Journals de  acesso aberto.

Custo de publicação

Custo de publicação (CDP). Para autores brasileiros (Brasil), a taxa de publicação é de R$ 200,00 BRL (duzentos reais). Para demais autores (outros países), a taxa de publicação é de US$ 50,00 USD (cinquenta dólares americanos, via Paypal). A taxa de publicação é cobrada apenas para trabalhos aceitos. Este valor é recolhido para ajudar nos custos da gestão da revista que possui os seguintes custos: DOI, cada artigo recebe um, e seu valor é pago em dólares; da bibliotecária - que faz as correções das citações; os custos de T.I.; do escritório de contabilidade; a revista tem CNPJ; da publicidade; o site onde a revista é hospedada; dos revisores de português no final, antes da publicação; da assessoria jurídica; os impostos; entre outros gastos e investimentos. Não existe taxa de submissão. 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração.

Licenciamento

A RECISATEC está licenciada sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License

REVISTA RECISATEC - ISSN 2763-8405

Sufixo DOI: 10.53612

Jornalista responsável 40.728/SP

Jurídico Dr. Bruno Magera OAB/SP 358637

Bibliotecário responsável CRB 82.823

A Revista RECISATEC é uma produção e responsabilidade da RECIMA21 - REVISTA CIENTIFICA MULTIDISCIPLINAR LTDA - CNPJ 40.166.538/0001-95

Tel. WhatsApp (11) 997624781   (11) 992315351

Histórico da Revista RECISATEC

A revista nasceu de um projeto de três professores universitários que objetivaram criar um local que fosse o espelho dos trabalhos científicos e apresentasse um corpo editorial e científico a altura da qualidade dos trabalhos apresentados. É uma produção independente, dirigida pelo seus editores chefes (responsáveis pela sua gestão), conselho editorial e conselho científico, seguindo sua Missão e seu Regulamento aprovado e publicado neste espaço. Seu escopo maior é atender as demandas da academia e também ao mercado, fazendo com que ambas fluam juntas para atender as necessidades dos seres humanos. Assim, nasce a RECISATEC, com propósito de se tornar uma referência em periódicos científicos publicados eletronicamente pela Internet, a partir do ano de 2021.